Na “Fábrica de Nada” não há máquinas mas há operários que cantam e dançam

Uma fábrica sem máquinas, trabalhadores que não querem desistir e o fim no horizonte. Falámos com Pedro Pinho, que realizou um dos vencedores de Cannes que agora se estreia em Portugal.

Ler artigo completo